Veículo leve sobre trilhos no semi-árido brasileiro

No meio do semiárido, em pleno sertão do Cariri, no Sul do Ceará, os 14 km que separam Crato de Juazeiro do Norte tem um meio de transporte inusitado – o primeiro VLT – Veículo Leve sobre Trilho brasileiro, que é 93% menos poluente que ônibus e metrô.

Em pleno sertão do Cariri, no sul do Ceará, um meio de transporte causa estranheza na paisagem árida: cobrindo os 14 quilômetros que separam Crato e Juazeiro do Norte, um misto de metrô e ônibus transporta passageiros. Trata-se do primeiro VLT (veículo leve sobre trilho) do Brasil, um tipo de transporte coletivo capaz de melhorar o trânsito nas cidades sem acarretar tantos malefícios ao ambiente.

Além de mais baratos que os metrôs, transportam muito mais passageiros que os ônibus e são até 93% menos poluentes que esses. Descendentes dos velhos bondes, esses veículos modernos e mais “verdes” devem ganhar espaço também em outras cidades do Nordeste (como Recife, Fortaleza, João Pessoa e Natal, por exemplo), que já estudam implantar seus VLTs – que circulariam sobre antigas linhas que pertenciam à Rede Ferroviária Federal (RFFSA) e que estavam abandonadas. Uma forma sustentável (e barata) de restabelecer essas rotas e melhorar o transporte dos moradores de toda a região.

Anúncios
Esse post foi publicado em Metrô, Mobilidade, Transporte Público, VLT. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s